Começando pelo começo: quando usar perguntas com respostas objetivas e perguntas com respostas discursivas?

Na hora de criar um questionário, o entrevistador pode optar por perguntas com respostas objetivas e/ou perguntas com respostas discursivas. Ambas têm suas vantagens e desvantagens. A escolha, claro, depende do objetivo da pesquisa, o público alvo e o assunto a ser tratado. Mas, então, como escolher o tipo de pergunta ideal para que os dados finais sejam úteis e relevantes?

Quando usar perguntas com respostas objetivas?

As informações obtidas através deste tipo de pergunta permite aos entrevistadores classificar dados e analisar a dependência entre eles. Elas devem ser usadas para obter dados mensuráveis. Gráficos, como barras, gráficos de pizza, classificações são ideais para este tipo de pergunta.

As perguntas com respostas objetivas são, muitas vezes, utilizadas para a obtenção de dados demográficos. Por exemplo, digamos que o proprietário de um website de produtos cosméticos deseje conhecer um pouco o perfil de quem visita o seu site. Ele, então, cria um questionário com perguntas sobre sexo, idade e situação empregatícia e descobre que a maioria dos seus visitantes são mulheres com idade entre 18 a 35 anos com boa situação financeira. Consequentemente, o proprietário do site tem a chance de remodelar o seu negócio enfatizando os seus serviços no seu público alvo.

Quando usar perguntas com respostas discursivas?

As perguntas com respostas discursivas fornecem dados qualitativos extensos e mostram a opinião particular dos entrevistados. Este tipo de pergunta pode ser útil em certos casos:

1) Entrevistas com especialistas: o entrevistado pode expressar a sua opinião »à vontade«.

2) Pesquisa com pequenos grupos: pode ser útil quando o entrevistador estiver interessado em pequenas comunidades, sem a necessidade de uma análise estatística profunda.

3) Teste preliminar: muitas vezes, um questionário-teste pode ser necessário para estabelecer os parâmetros do questionário oficial. Perguntas com respostas discursivas podem revelar uma variedade de opiniões que o pesquisador não pode sequer imaginar.

4) Área com resposta livre: na hora de aplicar um questionário -não importa quão grande o mesmo seja – é uma boa idéia deixar um espaço para comentários no final. Ao responder um questionário, os entrevistados podem querer compartilhar opiniões e críticas que não podem ser facilmente expressas em perguntas objetivas.

A variedade de informações coletadas através de respostas discursivas pode ser vantajosa em termos de qualidade, pois cada resposta pode ser considerada como uma opinião única. Mas, no caso de pesquisas de grande porte, o volume de dados das respostas discursivas pode causar problemas na hora da análise dos resultados. Por isso, se você estiver na dúvida, opte por perguntas com respostas objetivas e simplifique o seu questionário!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *